skip to Main Content
Abertura De Empresa: O Que Preciso Saber Para Ter Sucesso?

Abertura de empresa: O que preciso saber para ter sucesso?

Para realizar a abertura de uma empresa, confira quais passos, você precisa seguir para que tenha sucesso.  Primeiramente, vale afirmar que esse é um processo que envolve diversas etapas, e que apesar da maioria delas serem burocráticas, não são apenas essas que determinarão se o seu negócio terá uma boa ascensão ou aprovação no mercado.

Cada etapa da abertura de uma empresa, deve ser pensada e planejada de maneira isolada, sendo esse um procedimento que exige um conjunto de habilidades e conhecimentos específicos. Cabe ressaltar, que desde o nascimento da ideia de empreender, pesquisar e estudar tornam-se ferramentas absolutamente necessárias.
Uma das maiores causas de mortalidade e insucesso de empresas, se dá devido à falta de conhecimento em gestão. Mesmo o Brasil, sendo um dos países com maior número de empreendedores, o despreparo é um obstáculo recorrente que acaba por travar um enorme número de negócios.
Portanto, procurar um contador de sua confiança é um movimento fundamental para que o sonho de empreender não torne-se um pesadelo!

Conheça os 10 passos necessários para a abertura de uma empresa:

1. Certidão de viabilidade e zoneamento

Com todos os documentos reunidos, bem como a atividade, nome e local predefinidos para a empresa, o primeiro passo é solicitar junto a prefeitura e à Junta Comercial, a certidão de viabilidade e zoneamento. Sendo assim, na prefeitura, o processo realizado é o de analisar se o local pretendido para estabelecer o negócio é viável para atividade que fora apresentada, já à Junta Comercial é quem fará a consulta do nome escolhido, não podendo esse ser igual ao de nenhum outro empreendimento no estado.

2. Certificado Digital PF

O certificado digital de pessoa física é uma opção de assinatura eletrônica para qualquer contribuinte ativo na Receita Federal. É ele que dá autenticidade, confidencialidade, integridade e o não repúdio aos serviços realizados por meio da internet.
Popularmente conhecido como e-CPF ou e-PF, ele contém informações pessoais como nome, data de nascimento e número de CPF.
Esse documento promove praticidade, celeridade nos processos, e recentemente passou a ser obrigatório para assinaturas de documentos de abertura, eliminando assim custos com deslocamentos, impressão e papéis. Ou seja, é uma tecnologia aliada à sustentabilidade.

3. DBE

Documento Básico de Entrada (DBE), esse é o documento que deve ser requerido junto à Receita Federal e está ligado diretamente com a solicitação de abertura do CNPJ. No documento, deverão constar informações como o nome fantasia e o capital social, informações essas que serão sincronizadas com o sistema da Receita Federal. E para que a solicitação do CNPJ seja efetuada, será preciso ainda, preencher outras duas fichas, chamadas de FCN 1 e FCN 2.

4. Contrato social

Acessando o site da Junta Comercial, na aba Serviços, é possível ter acesso ao Portal de Serviços, onde as informações fornecidas anteriormente na Certidão de viabilidade e no DBE são vinculadas, gerando um processo para que consiga protocolar o seu pedido de registro digitalmente na Junta Comercial.
Após essa vinculação de dados, o sistema Integrar gera automaticamente um contrato social, o qual deverá ser assinado digitalmente pelos sócios.
O contrato social é o documento que formaliza as definições de atuação da empresa, e também direitos e deveres dos sócios. Assim que for assinado é realizado o registro digital na Junta Comercial, onde se aguarda a aprovação do contrato e a geração do CNPJ.

5. Inscrição Estadual

Empresas que têm suas atividades voltadas à industrialização, comércio ou transporte rodoviário de cargas entre cidades e estados, precisam realizar a Inscrição Estadual, esta podendo ser feita de forma online através do site do estado a qual pertence a empresa.
Em alguns casos, o órgão responsável, solicita evidências de comprovação como fotos e documentos. Senso assim, essa inscrição possibilita a emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), e ainda, o Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e).

6. Alvará dos Bombeiros

Nessa etapa, é feita a solicitação do alvará aos Bombeiros. Dependendo da metragem da empresa e/ou características, é realizada uma vistoria no local, com o objetivo de atestar se o ambiente é seguro e se as instalações estão preparadas para comportar a atividade que a empresa se propôs a exercer.

7. Inscrição Municipal

A Inscrição Municipal, nada mais é do que o cadastramento realizado diretamente na prefeitura do município. Esse processo, gera um número de identificação municipal, que comumente é chamado de Alvará, ou ainda, Cadastro Mobiliário, Inscrição Municipal, Cadastro do Contribuinte Mobiliário e esse Alvará é o que certifica a permissão do funcionamento do empreendimento.

8. Analisar se a empresa enquadra-se no Simples Nacional

O Simples Nacional é um programa simplificado de arrecadação de impostos, que unifica os tributos, sendo assim uma maneira de reduzir alíquotas. Esse geralmente é o modelo de tributação optado para começar a operação.
Mas, é preciso verificar se é possível que a sua empresa seja enquadrada nesse formato. Caso seja possível, essa opção deve ser solicitada junto ao sistema da Receita Federal, tendo o prazo de 14 dias para ser deferida.

9. Certificado Digital PJ

O Certificado Digital é um documento eletrônico obrigatório para que todas as operações e obrigações acessórias, como notas fiscais, por exemplo, possam ser entregues de forma muito mais ágil.
Desse modo, a compra do Certificado Digital E-CNPJ do tipo A1, se faz necessária. Nele conterão os dados da pessoa ou empresa, que fará a sua utilização para demonstrar à autenticidade, tendo basicamente a mesma função que uma carteira de identidade, porém de forma eletrônica.

10. Outras licenças

Dependendo do ramo de atividade, algumas outras licenças podem ser solicitadas para que você consiga o seu Alvará de Funcionamento.
Metalúrgicas, mecânicas, indústrias têxteis, químicas, indústrias calçadistas, outras indústrias e de atividades agropecuárias, podem necessitar de uma Licença Ambiental: Expedida por órgãos Municipais e Estaduais de meio ambiente e pelo IBAMA. E ainda, em caso de empresas do ramo alimentício, de medicamentos e cosméticos, geralmente é exigida uma Licença Sanitária: Expedida por órgãos Municipais, Estaduais e Federais de vigilância sanitária.

Além dessas licenças, alguns tipos de negócios exigem a inscrição em órgãos reguladores federais,bem como o Conselho Federal de Contabilidade (CFC) que é referente a atividades Contábeis e o Conselho Federal de Psicologia (CFP), que regulamenta o exercício do trabalho dos psicólogos.

Se atentar a todos esses passos, facilitará o processo de abertura da sua empresa, mas antes de iniciá-lo é importante fazer o seguinte questionamento: O meu projeto é realmente viável?
Para que você possa responder a essa pergunta, todas as variáveis possíveis devem ser consideradas, começando por um estudo profundo sobre o mercado, público alvo, futuros clientes e suas “dores”, e ainda, os concorrentes e seus preços praticados, bem como os produtos e serviços que são ofertados.

Abrir uma empresa no Brasil, realmente consiste em desempenhar diversos trâmites, mas esses podem fazer-se muito mais descomplicados com o auxílio de um profissional de contabilidade!

O que preciso fazer para abrir uma empresa?

Então, esses são os 10 passos essenciais para a abertura de uma empresa:

1. Certidão de viabilidade e zoneamento
2. Certificado digital PF
3. DBE
4. Contrato social
5. Inscrição estadual
6. Alvará dos Bombeiros
7. Inscrição Municipal
8. Analisar se a empresa enquadra-se no Simples Nacional
9. Certificado Digital PJ
10. Outras licenças

No Polo Contábil, possuímos uma equipe de profissionais que te auxiliarão com extrema dedicação a facilitar todo o processo de abertura do seu negócio.

Somos especialistas na abertura de empresa. Já realizamos mais de 100, portanto e podemos te ajudar!

Gostou deste conteúdo? Então confira outro material exclusivo:

Controle Financeiro para micro e pequenas empresas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendado só para você
A partir de 10 agosto de 2020, entra em vigor…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top