skip to Main Content
Vale A Pena Comprar Carro Particular Pelo CNPJ?

Vale a pena comprar carro particular pelo CNPJ?

Uma das perguntas que mais nos fazem, aqui no Polo Contábil, é se vale a pena comprar carro particular pelo CNPJ. 

Por conta disso, trouxemos hoje um artigo demonstrando as principais vantagens e desvantagens de comprar um carro particular utilizando o CNPJ da sua empresa. Nosso objetivo é ajudar você a tomar a melhor decisão.

Principais vantagens de comprar carro particular pelo CNPJ

Uma das vantagens mais atrativas para este tipo de compra é em relação ao DESCONTO. Isso porque, a compra de um veículo no nome da pessoa jurídica sai por um preço inferior ao de compra por uma pessoa física. 

Claro que tudo depende das características do automóvel, como porte, marca e finalidade. Na maioria das concessionárias, é possível obter um desconto que vai de 5% até 20% na aquisição de veículos novos.

Uma dica para os empresários, é que a principal avaliação no momento do desconto está relacionada com atividade da empresa. O segundo ponto considerado é a quantidade de veículos a serem comprados. Esses dois fatores podem aumentar e muito esse percentual de desconto.

Por exemplo, as empresas de locação de veículos, normalmente recebem descontos maiores, uma vez que compram veículos em alto volume. Vale lembrar que os descontos são variáveis e não há uma regra de obtenção. 

Além disso, o atendimento de pessoa jurídica é diferenciado. Preço, atendimento especial e manutenção da frota (uma vez que a compra é efetuada) podem ser alcançados. 

Principais desvantagens de comprar carro particular pelo CNPJ

Se por um lado ter um bom desconto para adquirir um carro pelo CNPJ da empresa é uma grande vantagem. Temos também algumas implicações que devem ser observadas por não serem tão interessantes:

Veículo como bem patrimonial 

O automóvel é um bem da empresa, tornando-se um bem patrimonial e não da sua titularidade. Porém, você deve estar se perguntando: E qual seria a desvantagem disso?

Caso a sua empresa tenha algum problema de ordem financeira ou jurídica, como dívidas, processos judiciais ou trabalhistas, o veículo pode ser apreendido e penhorado para custear as despesas e valores a pagar.

Princípio da Entidade

Um dos principais princípios da contabilidade é o da Entidade. Desta forma, é preciso saber que a finalidade para compra de um automóvel no CNPJ da empresa é para uso da empresa. Logo, ele não deve ser utilizado para fins particulares de pessoa física.

Ao desobedecer este princípio, o sócio ou dono da empresa pode estar sujeito a penalidades e multas. A fiscalização sobre esta operação é bem intensa e assim os fiscalizadores podem multá-lo por tentar cometer essa fraude, invalidando o desconto dado na aquisição. 

Depreciação

É normal comprar um veículo por um valor e após um período ele valer menos e isso ocorre exatamente porque um bem móvel, como o carro, deprecia. 

Porém, a depreciação contábil de um ativo da pessoa jurídica é diferente do bem da pessoa física. Isso porque para empresas o valor do bem depreciado segue uma tabela pré-definida que no caso de veículos é de 20% ao ano. Ou seja, entende-se que o veículo de uma empresa em 5 anos não tem mais valor pois foi totalmente depreciado.

Por isso é importante estar atento em caso de venda do automóvel, pois nesse caso deverá ser considerado 15% de imposto de renda sobre o valor de lucro. 

O lucro é obtido através do valor de venda descontando o valor nominal (quanto vale contabilmente). Logo, se você permanecer com o veículo por 5 anos e ele for totalmente depreciado você pagará lucro sobre a totalidade do valor da venda.

Emissão de nota fiscal de venda

Por fim, como se trata de um bem patrimonial da empresa, no caso de necessidade de venda, deverá ser emitida uma nota fiscal.

Desta forma, caso você, compre um carro utilizando o CNPJ da sua empresa, já com o objetivo de vender, saiba que precisa emitir a nota fiscal desse ativo imobilizado.

Analisar de forma estratégica

Apesar da vantagem ser realmente algo muito interessante, é preciso avaliar bem, pelos itens detalhados na listagem de desvantagens.

Em casos onde a compra é para uso pessoal, mesmo que se perca o desconto, o ideal é comprar através do CPF da pessoa física. Assim você evita problemas futuros.

Ainda está interessado em comprar um carro no nome da sua empresa? Pensa bem, reflita e pesquise bastante. O preço baixo pode não ser a melhor opção. 

Proteja as suas finanças e, principalmente as da sua empresa. Conte com o apoio da nossa equipe do Polo Contábil para lhe ajudar a tomar as melhores decisões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendado só para você
Para você que é MEI e está com suas guias…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top